Postado Por: Giovanni Crippa Data da Postagem: março 7, 2019

Campanha Fraternidade 2019

Campanha Fraternidade 2019

No caminho de conversão quaresmal, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) nos apresenta a Campanha da Fraternidade (CF) como itinerário de libertação pessoal, comunitária e social.
Com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1, 27), a CF 2019 tem como objetivo: “Estimular a participação em Políticas Públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais da fraternidade”.
Falar de “Políticas Públicas” não é falar de “política” ou de “eleições”, mas significa se referir a um conjunto de ações e programas a serem implementadas pelos gestores públicos, com vistas a promover o bem comum, na perspectiva dos mais pobres da sociedade (Texto-base, nº 8). “Ela é a ação Estado, que busca garantir a segurança e a ordem, por meio da garantia dos direitos” (Texto-base, 20).
A participação direta da sociedade na elaboração e implementação de Políticas Públicas está garantida na Constituição Federal de 1988 que prevê a participação popular em conselhos deliberativos que estão divididos em quatro áreas: criança e adolescente; saúde; assistência social e educação. Todos esses conselhos funcionam a nível sejam eles municipal, estadual e federal.
Essa participação é essencial no desenvolvimento das sociedades. “Nesse sentido é importante a presença da Igreja Católica, por meio do clero e dos leigos, na participação e na resolução dos problemas sociais e em todo processo de formulação das Políticas Públicas” (Texto-base, 27).
“A dificuldade de reconhecer Deus na pessoa humana e o medo em lidar com as ideologias políticas têm provocado o distanciamento das construções coletivas e, consequentemente, das relações pessoais e sociais. Por isso, o agir da Campanha da Fraternidade deste ano nos alerta para que essas dificuldades não sejam maiores do que as alegrias de viver a justiça e a prática da fraternidade” (Texto-base, 216).
O subsídio da Campanha da Fraternidade do RNE3, com os encontros em família, as celebrações da Semana Santa e da Via Sacra, é um instrumento importante para preparar-nos espiritual e comunitariamente para a celebração da Páscoa de Jesus e, ao mesmo tempo, sermos presença do Ressuscitado na promoção de Políticas Públicas que garantam os direitos fundamentais e promovam o desenvolvimento humano e social.
Convido a todos a viver este ‘tempo favorável’ como dom e oportunidade para uma vida renovada e coerente com o Evangelho.

Dom Giovanni Crippa, IMC
Bispo Diocesano de Estância