Copyright © 2015 by "Diocese de Estância - Sergipe - Brasil"  ·  Todos os direitos reservados.
EVENTOS
VÍDEOS
LITURGIA DIÁRIA
CNBB
" Não tenhas medo! Não estou eu aqui que sou a tua mãe?. "
(Virgem de Guadalupe)
DIOCESE DE ESTÂNCIA LANÇA SEU SITE.

Para atender o pedido do Papa Francisco, realizado na exortação apostólica «Alegria do Evangelho», onde propõe uma Igreja de rosto missionário: próxima, aberta, capaz de sair de si para ir ao encontro das pessoas por caminhos novos, a Diocese de Estância lançou solenemente na manhã de hoje seu primeiro site.

O evento aconteceu na Câmara Municipal de Estância e contou com a presença do Excelentíssimo e Reverendíssimo Bispo Diocesano, Dom Giovanni Crippa e diversos padres do clero da Sé Episicopal. Várias autoridades, vereadores, leigos e religiosos estiveram prestigiando o lançamento e lotaram o auditório.

Dom Giovanni manifestou no discurso de abertura sua alegria em lançar o site da Diocese: "Vivemos hoje um momento de extrema alegria, onde a Diocese lança o seu mais novo instrumento de comunicação". O bispo ainda no seu pronunciamento falou sobre a importância das novas ferramentas de comunicação e de como seu uso sadio é benéfico a sociedade.
Diocese de Estância (SE) celebra 3ª Jornada Nacional da IAM

“A paixão pela missão é o coração da Igreja”. Movida por este sentimento a Diocese de Estância celebrou no último domingo, 31 de maio, a 3ª Jornada Nacional da IAMcom o tema: “IAM da América a serviço da missão na Ásia” e o lema: “Vocês são meus amigos”. O evento aconteceu na Paróquia São Francisco de Assis, na cidade de Cristinápolis/SE e contou com a presença de 14 paróquias da diocese.
Dentre as atividades da Jornada, foi marcante a Consagração das crianças à missão na Ásiaocorrida dentro da celebração da Santa Missa, dando início às atividades do dia. “Celebrar a III Jornada Nacional em nossa diocese nos faz capazes de transmitir a toda a Igreja o amor que temos pela missão. Missão esta que envolve as crianças do mundo inteiro, nas mais de 240 crianças consagradas, a alegria em contribuir com o reino de Deus... Viva a missão”, recordou Rosenilda Alves, Coordenadora Diocesana da IAM. Ainda na Celebração as crianças ofertaram o fruto do seu sacrifício, próprio do carisma da obra, Uma Ave-maria por dia e uma moedinha por mês, recurso este que será enviado às Pontifícias Obras Missionárias (POM), para diversos projetos missionários no continente Asiático. Para Lucas Oliveira, coordenador diocesano da Juventude Missionária (JM), “foi um momento maravilhoso de muita alegria, união entre os grupos da IAM de nossa diocese, onde as crianças gritavam o tema da Jornada, via nelas a alegria de ser missionário”.
Em seguida deu-se iníciouma caminhada pelas ruas da cidade animados pelos Anunciadores da Boa-nova, banda composta por integrantes da JM da cidade de Salgado, em direção ao forródromo da cidade, onde deu-se continuidade a programação com animação, apresentações artísticas dos grupos missionários, coroação de Nossa Senhora e benção de envio.
A jornada ainda contou com a presença das outras obras presentes na diocese, dentre elas, a Juventude Missionária e os Idosos e Enfermos Missionários. Para o Seminarista José Adielmo, membro do COMISE(Comissão Missionária do Seminário), “a participação das diversas obras na jornada da IAM é importante porque podemos ter um momento celebrativo em comum e assim podemos ver de fato que as Obras Pontifícias são verdadeiramente ‘uma família em missão’. As diferentes idades, com o mesmo carisma, reunidos no mesmo local proporciona um momento de união pela missão, gerando assim um compromisso recíproco entre as obras”.
Diocese de Estância celebra Corpus Christi

"Isto é o meu corpo...isto é o meu sangue... fazei isto em memória de mim” (Mt 26,26)

Nesta quinta-feira, 04 de junho, a Igreja festeja um dos seus dias mais importantes, Corpus Christi, cujo nome vem do latim e quer dizer Corpo de Cristo. Esta solenidade tem o objetivo de celebrar o mistério da Eucaristia e acontece na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, recordando à quinta-feira santa, dia em que Cristo instituiu o Sacramento da Eucaristia.
Na Diocese de Estância, todas as paróquias celebraram solenemente este dia, fazendo com que os fieis se unissem em torno da herança mais preciosa deixada por Cristo para contemplar, adorar e exaltar o Sacramento da sua própria presença. Na Sé Episcopal, isto é, na Paróquia de Nossa Senhora de Guadalupe, em Estância/Se, a festa começou às 06h30min, onde foi presidida pelo vigário paroquial, Pe Acival Vida da Silva, a primeira Missa do dia. Logo após, começou a adoração ao Santíssimo Sacramento e no lado de fora da Igreja, a montagem do tapete para procissão que recorda a caminhada do povo seguindo Jesus.
A Solene Celebração Eucarística de Corpus Christi realizada no Santuário de Nossa Senhora do Rosário, às 16h, foi presidida pelo Vigário Geral da Diocese, Padre Humberto da Silva, onde na sua homilia, afirmou: “A Eucaristia é o grande tesouro da Igreja; é por Ele que estamos aqui, comungando, adorando e vivenciando.”. Ainda no sermão, Pe. Humberto explicou o motivo da criação desta festa: “no tempo em que foi instituída a festa de Corpus Christi, por exemplo, estava-se vivendo um desses momentos de enfraquecimento da fé na Eucaristia. Comungavam poucos, e inclusive havia alguns que chegavam a dizer que após a Missa as hóstias que sobravam não eram mais Jesus. Foi a partir daí que surgiu a festa do Corpo de Deus. A Igreja encontrou uma forma de mostrar aos incrédulos que a Eucaristia é Jesus e que após a Missa a reserva também é Jesus e por isso começou a conduzir o Santíssimo Sacramento, o Corpo de Cristo em procissão pelas ruas.”.
Ao terminar a Celebração que reuniu cerca de mil pessoas, o vigário geral saiu conduzindo os católicos em procissão pelas ruas do Centro de Estância, passando inclusive pela frente da Catedral Diocesana que se encontra fechada em virtude da uma reforma estrutural. O encerramento aconteceu em nas mediações Igreja do Rosário, onde os fieis receberam a benção do Santíssimo Sacramento.
Além do pároco da Catedral, Pe. Humberto da Silva, os vigários paroquiais Pe. Fagner de Oliveira e Pe. Acival Vidal participaram da Solenidade na Sé Episcopal.

Pastoral de Comunicação Diocesana
NOTÍCIAS
VIDA CONSAGRADA


NOVAS COMUNIDADES


ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL


P.O.M.
LISTA DE TRANSFERÊNCIAS DO PRESBITÉRIO DA DIOCESE

MENSAGEM DE DOM GIOVANNI - NATAL DO SENHOR

JUBILEU E ABERTURA DA PORTA DA MISERICÓRDIA

CALENDÁRIO JUBILEU DA MISERICÓRDIA DIOCESE DE ESTÂNCIA

PROGRAMAÇÃO DA FESTA DE SANTA LUZIA, PADROEIRA DA MUNICÍPIO DE SANTA LUZIA DO ITANHY

FESTA DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE

PARÓQUIA DE RIACHÃO DO DANTAS CELEBRA FESTA DE SUA PADROEIRA

SEMINÁRIO PROPEDÊUTICO DA DIOCESE DE ESTÂNCIA RECEBERÁ OITO NOVOS SEMINARISTAS

PROVÍNCIA DE SERGIPE REALIZA ASSEMBLEIA PASTORAL

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE GUADALUPE REALIZA QUERMESSE

SETOR JUVENTUDE REALIZARÁ NIGHTFEVER EM SIMÃO DIAS-SE

DOM GIOVANNI CRIPPA COMEMORA ANIVERSÁRIO SACERDOTAL

DOM GIOVANNI COMPLETA UM ANO COMO BISPO DE ESTÂNCIA

DIOCESE DE ESTÂNCIA CELEBRA DEDICAÇÃO DA CATEDRAL

GED DE ESTANCIA REALIZOU ULTREYA DOS “NEOS”

DIOCESE DE ESTÂNCIA REALIZARÁ PEREGRINAÇÃO AO SANTUÁRIO DE SANTA LUZIA

Dom Giovanni visita obras da Catedral Diocesana

Pastoral Universitária inicia suas atividades na Diocese de Estância

Nota de nossas 3 dioceses sobre a ideologia de gênero

Retiro do Clero de 29 a 03 de Julho de 2015

Diocese de Estância realiza tranferências em seu Clero

Assembléia diocesana do Movimento de Cursilho

Catedral diocesana em obras e comunidade em Campanha

Diocese de Estância (SE) celebra 3ª Jornada Nacional da IAM

Diocese de Estância celebra Corpus Christi

Dom Giovanni apresenta nova equipe da Pascom Diocesana

Diocese de Estância lança seu site
BISPO APRESENTA NOVA EQUIPE DA PASCOM DIOCESANA.

Durante a solenidade de Lançamento do site da Diocese, o bispo Dom Giovanni Crippa na presença de sacerdotes, religiosas e leigos, apresentou o nome do novo coordenador diocesano da Pastoral da Comunicação. Trata-se de Raul Muller Teixeira Gomes, filho da Paróquia de Nossa Senhora de Guadalupe, em Estância/Se, que é a Sé Episcopal.

Ainda no lançamento, Dom Giovanni apresentou o nome de dois componentes: Franklin Silva Santos e José Igor Jesus de Fraga. Esta equipe terá como assessor eclesiástico Pe. Alécio Souza Vieira que é vigário paroquial de Nossa Senhora Imperatriz dos Campos, em Tobias Barreto.
CATEDRAL DIOCESANA EM OBRA E COMUNIDADE EM CAMPANHA

Na manhã da última segunda-feira, 15/06, a equipe responsável pela obra de reforma da Catedral de Nossa Senhora de Guadalupe, Sé Episcopal da Diocese de Estância, esteve realizando um profundo estudo do solo na área do presbitério da Igreja. O estudo consiste em fazer sondagens em alguns pontos do terreno para descobrir a qualidade do solo e suas irregularidades. Esta avaliação será realizada também na área externa na Igreja.

Algumas etapas da reforma foram concluídas, porém muito ainda tem que se realizar e para isso a paróquia conta com a contribuição e as orações de todos. Você pode ajudar a reforma, através das seguintes campanhas:
- Arraial da Catedral, local onde estão sendo vendidas comidas típicas, na praça Barão do Rio Branco, durante este mês de junho;
- I Forrozão Paroquial, que será realizado no dia 11 de julho, no Instituto Diocesano de Estância (Mesa - R$ 50,00; Individual R$ 15 reais). O bilhete pode ser adquirido na secretaria paroquial;
- Conta bancária - Conta Corrente do Banese (Agência: 008/00 - Conta: 03/100498-1 - Diocese de Estância - Paróquia de Nossa Senhora de Guadalupe).

Seja parceiro: ajude a reforma da Catedral.
No último dia 31 de maio, no Instituto Diocesano de Estância, o GED de Estância do Movimento de Cursilhos de Cristandade do Brasil (MCC), realizou sua Assembleia Diocesana. O momento deliberativo contou com a presença dos setores de Estância, Tobias Barreto, Arauá, Lagarto e Poço Verde.

Segundo o Estatuto do Movimento, no capitulo I - Da denominação, do carisma e da finalidade, o MCC é “um movimento eclesial católico, cujo carisma consiste no anúncio querigmático  da  mensagem  cristã  às  pessoas  que  participam  do Cursilho, para torná-las aptas a anunciar a Boa Nova, levando-as a um encontro consigo mesmas, com Jesus Cristo e com as realidades do mundo nas quais estão imersas, sendo, no seio delas, tanto pessoal como comunitariamente, fermento  que  transforma,  sal  que  dá  sabor  e  luz  que  ilumina,  segundo  os preceitos do Evangelho”.

Para a realização da Assembleia, o Grupo Executivo Diocesano (GED) deve enviar para o regional duas prováveis datas, em virtude da necessidade de um representante do Grupo Executivo Regional (GER) vim participar. Na oportunidade estiveram presentes os conselheiros Otacílio Joaquim Cerqueira e Simião Alves dos Santos e o vice coordenador, membro da diocese de Estância, José Adelvan da Fonseca.

Ainda na parte da manhã, o vigário geral da Diocese e pároco da Catedral, Pe. Humberto da Silva, representando o bispo diocesano Dom Giovanni que se encontrava de férias, desejou a todos uma ótima assembleia. A Celebração Eucarística foi presidida pelo vigário da paróquia de São Francisco de Assis, em Estância, e assessor eclesiástico do MCC, Pe. Pedro Reis, que na oportunidade explanou a todos acerca da importância da Assembleia e a verdadeira missão do movimento.   

A coordenadora do GED de Estância, Neuzice Freire de Souza Oliveira, informou que próximo ano a Assembleia será realizada em dois dias, graças a uma deliberação da Assembleia e “que o momento vivido naquele dia é de suma importância para a caminhada do Movimento de Cursilhos de Cristandade, uma vez que ali são apresentadas as missões e as propostas que serão realizadas.”.

A assembleia teve como tema “A missionariedade à luz da Evangelli Gaudium para um novo Pentecostes” e lema: “Recebereis o poder do Espírito Santo que virá sobre vós, para serem minhas testemunhas... Até os confins da Terra”. (At 1,8)


Pastoral de Comunicação Diocesana 
Entre os dias 29 de junho e 3 de julho, foi realizado o Retiro Espiritual anual do clero diocesano de Estância, juntamente com o de Propriá, na Chácara São João XXIII, em Salgado. O tema deste ano foi "As alegrias do Ministério Sacerdotal" e foi pregado por Dom Estevam Santos, bispo auxiliar da Arquidiocese de São Salvador da Bahia.
Em um ambiente de silêncio e oração, nossos sacerdotes tiveram a oportunidade de se reabastecerem da graça de Deus para desempenharem melhor o santo ofício presbiteral.
Pela manhã Laudes e à tarde Eucaristia e Vésperas, durante o dia meditações. Assim, os padres rezaram pelas suas comunidades, pelos agentes de pastoral, pelos que não puderam ir.  Em cada noite uma celebração: o lucernário, Ofício da Imaculada Conceição e na ultima noite a celebração penitencial.
Nosso bispo diocesano, Dom Giovanni Crippa, IMC, também esteve presente, juntamente com Dom Mário Rino Siviere, bispo de Propriá, que celebrou a Missa de encerramento no dia em que completou 49 anos de ordenação presbiteral.
A Diocese de Estância, através de sua Pastoral de Comunicação, vem a público anunciar a comunidade católica desta Igreja Particular as seguintes transferências:

•Padre Josimar Araújo Melo será transferido da Paróquia de Nossa Senhora da Piedade, em Lagarto, para a Paróquia Senhora Sant’Ana, em Simão Dias, onde exercerá o ofício de vigário paroquial;

•Pe. Gileumar Henrique Alves será transferido da Paróquia Senhora Sant’Ana, em Simão Dias, para a Paróquia Santa Rita de Cássia, em Boquim, onde exercerá o ofício de pároco; e

•Pe. Gilmar Rosa dos Passos, que exerce o ofício de administrador paroquial da Paróquia de Santa Rita de Cássia, em Boquim, ficará à disposição da Diocese.

Rogamos a Deus, por intermédio da Virgem de Guadalupe, as graças necessárias para que estes seus filhos possam desempenhar com pleno êxito a missão que lhes é confiada.
DIOCESES DE SERGIPE DIVULGAM MENSAGEM SOBRE A IDEOLOGIA DE GÊNERO NAS ESCOLAS


Aracaju, junho 2015.



Senhores(as) Prefeitos(as), Senhores (as) Vereadores(as) dos Municípios que compõem as Dioceses de Sergipe.

Desejamo-lhes a Paz de Cristo!


Através desta, queremos respeitosamente alertar os Senhores sobre um grande mal que paira sobre a educação de nossas crianças e jovens e que pode transformar a nossa Nação em um país promotor da IDEOLOGIA DE GÊNERO.

Essa ideologia consiste, em síntese, no seguinte: nós nascemos com um sexo biológico definido (homem ou mulher), mas, tal ideologia afirma que existiria o sexo psicológico ou o gênero que poderia ser construído livremente pela sociedade na qual o indivíduo está inserido.
Nesse contexto, deixaria de existir um homem e uma mulher definidos segundo a natureza, para dar lugar a um ser humano sexualmente neutro, do ponto de vista psíquico. Cada um escolheria seu sexo conforme seu querer. O plano do Criador estaria subvertido pela criatura a partir da orientação de nossas escolas, repetindo o episódio bíblico da torre de Babel no qual os homens querem desafiar a Deus colocando-se no seu lugar (cf. Gn. 11,11-9).
Discordamos, sobremaneira, da divulgação e implantação da ideologia de gênero, de modo particular disseminada pelas Escolas. Defendemos o direito dos pais de serem ouvidos e decidirem sobre os projetos de educação, também sexual de seus filhos, nas Escolas em que eles estiverem matriculados. Reafirmamos a prioridade da família, fundada na lei natural e sobretudo para os cristãos católicos no sacramento do matrimônio entre um homem e uma mulher, como escola de valores, educadora da fé e formadora de cidadãos.

Os Senhores, prefeito e vereadores, são representantes do povo, de uma sociedade que tem dignidade e possui valores sólidos quanto à vida, à família e à educação das crianças e da juventude.

Pedimos o vosso compromisso de salvar nossa sociedade desta nefasta ideologia, não aprovando a imposição da referência à ideologia de gênero no Plano Municipal de Educação, aliás ela já foi rejeitada pelo Congresso no Plano Nacional de Educação.

Esclarecemos que não é assunto ou questão de âmbito  apenas religioso, mas sobretudo da ciência antropológica Trata-se de valores que atingem toda a sociedade, não só a religiosa e/ou cristã.

Gostaríamos que duas coisas ficassem bem esclarecidas: 1ª) sabemos que o Estado é laico sim, mas não ateu. Sabemos também que a cultura de nosso povo é marcada pela religiosidade, sobretudo pela fé cristã e os princípios e valores que emanam da mesma e da Palavra de Deus; 2ª) queremos respeitar a todos em suas expressões diversas de comportamento, de cultura, de política, de religião, etc. mas queremos também ser respeitados, ouvidos e considerados em nossos princípios, os quais não impomos a ninguém, mas propomos com convicção e definição. Somos cientes de que ninguém é dono da verdade, mas igualmente temos consciência de que Jesus Cristo é “O Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo. 14,6).


Que Deus-Amor, Autor da vida e da família, derrame suas bênçãos sobre os senhores e senhoras, suas famílias e seus trabalhos.

Cordialmente,






Dom José Palmeira Lessa                                   Dom João José Costa

Arcebispo Metropolitano                                   Arcebispo Coadjutor



Dom Mário Rino Sivieri                                    Dom Giovanni Crippa

Bispo de Propriá                                           Bispo de Estância
Pastoral Universitária inicia suas atividades na Diocese de Estância

No último sábado, 25, foi realizado na Escola Nossa Senhora de Guadalupe, em Estância, o I Seminário de História, Religião e Sociedade, que teve o intuito de fomentar a discussão entre a universidade e o mundo religioso, percebendo suas divergências e convergências.

O encontro também marcou o início das atividades da Pastoral Universitária na Diocese. Para tal feito, o assessor nacional do Setor Universidades da CNBB, Padre Danilo Pinto dos Santos, foi convidado para ser um dos debatedores do Seminário. Além disso, o sacerdote apresentou aos presentes as atividades da Pastoral e seu modo de trabalho. Na Diocese, este setor terá como assessores eclesiásticos, Pe. Fagner de Oliveira e Pe. José Edvaldo.

O seminário foi organizado pelo Departamento de História e de Pesquisa de Culturas, Identidades e Religiosidades da Universidade Federal de Sergipe; Instituto de Teologia São João XXIII e Pastoral da Universitária, da Diocese de Estância.

Pastoral Diocesana de Comunicação
Dom Giovanni visita obras da Catedral Diocesana

Na última terça-feira, 25, o bispo dioceano de Estância, Dom Giovanni Crippa, acompanhado do vigário geral Pe. Humberto da Silva, do ecônomo Pe. Ilmar Augusto e dos engenheiros responsáveis pelas obras, esteve visitando a Catedral de Nossa Senhora de Guadalupe.

Na oportunidade o bispo trouxe o arquiteto da CNBB, João Martins de Oliveira Filho, que veio à Estância com a missão de conhecer a Igreja Mãe da Diocese e elaborar um projeto arquitetônico para o presbitério, que em virtude da reforma sofrerá modificações.

João Martins foi o arquiteto que acompanhou as obras do Santuário do Divino Pai Eterno e fez o projeto das Catedrais de Goiânia e de Feira de Santana, além do altar da cerimônia de Beatificação de Irmã Dulce em Salvador.

Pastoral Diocesana de Comunicação

No mês dedicado as vocações, já é tradição na Forania de Estância, a realização da Peregrinação ao Santuário de Santa Luzia, um grande momento de devoção que reúne milhares de pessoas de várias cidades do Estado. Nesta quinta edição, em comemoração ao Ano da Vida Consagrada, o evento contará com a participação de todas as paróquias da Diocese de Estância.

Todas as edições anteriores foram realizadas pela Forania de Estância, que é composta pelas paróquias Nossa Senhora de Guadalupe, São Francisco de Assis, Senhor do Bonfim, Divino Espírito Santo, Natividade do Senhor e Santa Luzia, e aconteceram no último domingo de agosto, saindo da Catedral Diocesana. Este ano, a caminhada será no dia 30 de agosto (domingo) e a Missa de envio, na Igreja de Nossa Senhora Rosário, às 7h. Logo após, haverá uma meditação acerca do tema da Peregrinação. Para as pessoas que não acompanharão a caminhada, em virtude de alguma enfermidade, haverá uma programação toda especial no Santuário de Santa Luzia.

As camisas da Peregrinação, que ajudarão a custear o evento, estão sendo vendidas nas secretarias paroquiais no valor de R$ 20,00. Segue abaixo toda a programação:

7h - Missa de Envio na Igreja do Rosário, presidida pelo bispo diocesano, Dom Giovanni Crippa;
8h15min - Momento sobre a Vida Consagrada;
8h30min - Saída da Peregrinação;
12h - Benção do Santíssimo Sacramento no Santuário;
13h30min - Via Sacra para o Cruzeiro (Marco histórico para a Igreja em Sergipe);
15h - Missa de encerramento.

Pastoral Diocesana de Comunicação

No último domingo, 23/08, o Grupo Executivo Diocesano do Movimento de Cursilhos de Cristandade da Diocese de Estância realizou a Ultreya dos “Neos” na cidade de Lagarto, no ginásio de esportes do Colégio Pequeno Príncipe. O Encontro que contou com a presença de mais de quatrocentos cursilhistas que vieram de diversas paróquias da Diocese e teve como tema “Formação para missão, eu vim para servir”. No encontro foram apresentados os novos cursilhistas que passaram pelos “Cursilhos de três dias”, masculino e feminino, que foram realizados recentemente no Convento São Francisco em São Cristovão. 

O Encontro começou às 8h com a acolhida das caravanas e o encerramento aconteceu às 12h com a Santa Missa que foi celebrada pelo Assessor Eclesiástico do MCC, Padre Pedro Reis. Na homilia o celebrante fez uma reflexão sobre as leituras do dia mostrando a importância da fidelidade dos “decolores” ao Movimento de Cursilhos e ao plano divino. Ainda durante o Encontro a Coordenadora Diocesana, Neuzice Freire, falou aos presentes mostrando a importância da formação para se cumprir a missão evangelizadora. Também o Vice-Coordenador do Grupo Executivo Regional, José Adelvan da Fonseca, mostrou a organização do Movimento de Cursilhos do Brasil em nível Regional e Nacional.
No último dia 22 de agosto foi celebrada a Solenidade de Dedicação da Catedral Diocesana de Nossa Senhora de Guadalupe, que fica localizada em Estância/SE. A Catedral é a Igreja do bispo, que de sua cátedra preside a assembleia dos fiéis de sua diocese.

A Celebração Eucarística, que foi presidida pelo Reitor do Seminário Propedêutico, Pe. Fagner de Oliveira,  aconteceu no Santuário de Nossa Senhora do Rosário, em virtude da reforma da Catedral e contou com a presença de vários paroquianos.

Dedicar uma Igreja é o ato de oferecer e consagrar o templo como um espaço sagrado para o culto a Deus.

Pastoral Diocesana de Comunicação
Comunicando & Evangelizando

Há exatamente um ano o quarto bispo ordinário da diocese de Estância, Dom Giovanni Crippa, IMC, foi empossado em uma solenidade na Catedral de Nossa Senhora de Guadalupe.

A posse, que foi presidida por Dom José Palmeira Lessa, arcebispo de Aracaju, pessoa que entregou a Dom Giovanni, o báculo, símbolo dos bispos no pastoreio do rebanho divino, contou com a presença de cerca de vinte bispos do Regional Nordeste III da CNBB, de vários sacerdotes, autoridades civis e fiéis católicos.

O bispo nasceu em Milão, na Itália, no dia 06 de outubro de 1958. Ele foi ordenado presbítero no dia 14 de setembro de 1985. Viveu os primeiros anos de seu sacerdócio na Itália. Dom Giovanni veio para o Brasil em 2001, e trabalhou sempre em Feira de Santana (BA).

Antes de ser nomeado bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador, foi vigário paroquial da paróquia Santíssima Trindade (2001 - 2003) e, a partir de 2004, pároco dessa mesma paróquia.

Em 2012, o então Papa Bento XVI o nomeou bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador. Em setembro de 2013, foi nomeado pelo Papa Francisco como administrador apostólico de Estância.

Pastoral Diocesana de Comunicação 
Comunicando e Evangelizando
Carta do Papa: Indulgência pelo Jubileu da Misericórdia

CARTA
Carta do Papa Francisco
com a qual se concede a indulgência por ocasião do Jubileu Extraordinário da Misericórdia
Terça-feira, 1 de setembro de 2015

Boletim da Santa Sé

Ao Venerado Irmão
D. Rino Fisichella
Presidente do Pontifício Conselho
para a Promoção da Nova Evangelização

A proximidade do Jubileu Extraordinário da Misericórdia permite-me focar alguns pontos sobre os quais considero importante intervir para consentir que a celebração do Ano Santo seja para todos os crentes um verdadeiro momento de encontro com a misericórdia de Deus. Com efeito, desejo que o Jubileu seja uma experiência viva da proximidade do Pai, como se quiséssemos sentir pessoalmente a sua ternura, para que a fé de cada crente se revigore e assim o testemunho se torne cada vez mais eficaz.

O meu pensamento dirige-se, em primeiro lugar, a todos os fiéis que em cada Diocese, ou como peregrinos em Roma, viverem a graça do Jubileu. Espero que a indulgência jubilar chegue a cada um como uma experiência genuína da misericórdia de Deus, a qual vai ao encontro de todos com o rosto do Pai que acolhe e perdoa, esquecendo completamente o pecado cometido. Para viver e obter a indulgência os fiéis são chamados a realizar uma breve peregrinação rumo à Porta Santa, aberta em cada Catedral ou nas igrejas estabelecidas pelo Bispo diocesano, e nas quatro Basílicas Papais em Roma, como sinal do profundo desejo de verdadeira conversão. Estabeleço igualmente que se possa obter a indulgência nos Santuários onde se abrir a Porta da Misericórdia e nas igrejas que tradicionalmente são identificadas como Jubilares. É importante que este momento esteja unido, em primeiro lugar, ao Sacramento da Reconciliação e à celebração da santa Eucaristia com uma reflexão sobre a misericórdia. Será necessário acompanhar estas celebrações com a profissão de fé e com a oração por mim e pelas intenções que trago no coração para o bem da Igreja e do mundo inteiro.

Penso também em quantos, por diversos motivos, estiverem impossibilitados de ir até à Porta Santa, sobretudo os doentes e as pessoas idosas e sós, que muitas vezes se encontram em condições de não poder sair de casa. Para eles será de grande ajuda viver a enfermidade e o sofrimento como experiência de proximidade ao Senhor que no mistério da sua paixão, morte e ressurreição indica a via mestra para dar sentido à dor e à solidão. Viver com fé e esperança jubilosa este momento de provação, recebendo a comunhão ou participando na santa Missa e na oração comunitária, inclusive através dos vários meios de comunicação, será para eles o modo de obter a indulgência jubilar. O meu pensamento dirige-se também aos encarcerados, que experimentam a limitação da sua liberdade. O Jubileu constituiu sempre a oportunidade de uma grande amnistia, destinada a envolver muitas pessoas que, mesmo merecedoras de punição, todavia tomaram consciência da injustiça perpetrada e desejam sinceramente inserir-se de novo na sociedade, oferecendo o seu contributo honesto. A todos eles chegue concretamente a misericórdia do Pai que quer estar próximo de quem mais necessita do seu perdão. Nas capelas dos cárceres poderão obter a indulgência, e todas as vezes que passarem pela porta da sua cela, dirigindo o pensamento e a oração ao Pai, que este gesto signifique para eles a passagem pela Porta Santa, porque a misericórdia de Deus, capaz de mudar os corações, consegue também transformar as grades em experiência de liberdade.

Eu pedi que a Igreja redescubra neste tempo jubilar a riqueza contida nas obras de misericórdia corporais e espirituais. De facto, a experiência da misericórdia torna-se visível no testemunho de sinais concretos como o próprio Jesus nos ensinou. Todas as vezes que um fiel viver uma ou mais destas obras pessoalmente obterá sem dúvida a indulgência jubilar. Daqui o compromisso a viver de misericórdia para alcançar a graça do perdão completo e exaustivo pela força do amor do Pai que não exclui ninguém. Portanto, tratar-se-á de uma indulgência jubilar plena, fruto do próprio evento que é celebrado e vivido com fé, esperança e caridade.

Enfim, a indulgência jubilar pode ser obtida também para quantos faleceram. A eles estamos unidos pelo testemunho de fé e caridade que nos deixaram. Assim como os recordamos na celebração eucarística, também podemos, no grande mistério da comunhão dos Santos, rezar por eles, para que o rosto misericordioso do Pai os liberte de qualquer resíduo de culpa e possa abraçá-los na beatitude sem fim.

Um dos graves problemas do nosso tempo é certamente a alterada relação com a vida. Uma mentalidade muito difundida já fez perder a necessária sensibilidade pessoal e social pelo acolhimento de uma nova vida. O drama do aborto é vivido por alguns com uma consciência superficial, quase sem se dar conta do gravíssimo mal que um gesto semelhante comporta. Muitos outros, ao contrário, mesmo vivendo este momento como uma derrota, julgam que não têm outro caminho a percorrer. Penso, de maneira particular, em todas as mulheres que recorreram ao aborto. Conheço bem os condicionamentos que as levaram a tomar esta decisão. Sei que é um drama existencial e moral. Encontrei muitas mulheres que traziam no seu coração a cicatriz causada por esta escolha sofrida e dolorosa. O que aconteceu é profundamente injusto; contudo, só a sua verdadeira compreensão pode impedir que se perca a esperança. O perdão de Deus não pode ser negado a quem quer que esteja arrependido, sobretudo quando com coração sincero se aproxima do Sacramento da Confissão para obter a reconciliação com o Pai. Também por este motivo, não obstante qualquer disposição em contrário, decidi conceder a todos os sacerdotes para o Ano Jubilar a faculdade de absolver do pecado de aborto quantos o cometeram e, arrependidos de coração, pedirem que lhes seja perdoado. Os sacerdotes se preparem para esta grande tarefa sabendo conjugar palavras de acolhimento genuíno com uma reflexão que ajude a compreender o pecado cometido, e indicar um percurso de conversão autêntica para conseguir entender o verdadeiro e generoso perdão do Pai, que tudo renova com a sua presença.

Uma última consideração é dirigida aos fiéis que por diversos motivos sentem o desejo de frequentar as igrejas oficiadas pelos sacerdotes da Fraternidade São Pio X. Este Ano Jubilar da Misericórdia não exclui ninguém. De diversas partes, alguns irmãos Bispos referiram-me acerca da sua boa fé e prática sacramental, porém unida à dificuldade de viver uma condição pastoralmente árdua. Confio que no futuro próximo se possam encontrar soluções para recuperar a plena comunhão com os sacerdotes e os superiores da Fraternidade. Entretanto, movido pela exigência de corresponder ao bem destes fiéis, estabeleço por minha própria vontade que quantos, durante o Ano Santo da Misericórdia, se aproximarem para celebrar o Sacramento da Reconciliação junto dos sacerdotes da Fraternidade São Pio X, recebam validamente e licitamente a absolvição dos seus pecados.

Confiando na intercessão da Mãe da Misericórdia, recomendo à sua protecção a preparação deste Jubileu Extraordinário.

Vaticano, 1 de Setembro de 2015

Franciscus

Durante os 336 anos da Paróquia Nossa Senhora da Piedade, criada a 11 de dezembro de 1679, as festividades alusivas à Nossa Senhora da Piedade figuram como uma das maiores expressões de fé do povo Lagartense. Milhares de fiéis todos os anos acorrem ao santuário de N. Sra. da Piedade entre os dias 30 de agosto a 8 de setembro, para devotamente consagrar-lhe as suas vidas como fizeram nos tempos primeiros destas terras, cantando os louvores a Deus, por meio de Maria, conforme o hino da padroeira “Nossa terra que outrora assim gemia, sem ostentar os seus grandes esplendores, mas em noss’alma a fé sempre se erguia, e circundaste-a de sorrisos e de flores”.
Neste ano, a festa teve como tema central: “Maria, Mãe das Comunidades”. Seguindo o planejamento pastoral diocesano e paroquial, foi meditado o documento 100 da CNBB - Comunidade de comunidades: Uma nova paróquia, crescendo em comunhão com a Igreja que pedepara sermos uma comunidade em estado permanente de missão. A cada noite celebrada contemplava-se no rosto dos fiéis a grande alegria de pertencer ao número dos filhos da Piedade. Durante as festividades, diversos sacerdotes e bispos, inclusive filhos da terra, abrilhantaram ainda mais o novenário com suas presenças e orações.
Concluindo as celebrações, uma verdadeira multidão participou da Solene Procissão em honra a Nossa Senhora da Piedade, que contou com a presença do nosso bispo diocesano Dom Giovanni Crippa, I.M.C., e diversos padres da Diocese de Estância.
Após a benção do Santíssimo Sacramento, o grupo Cantores de Deus se apresentou na Praça da Piedade, encerrando portanto, as festividades da Virgem Mãe da Piedade, no ano de 2015.
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início
Início

Na última segunda-feira, 14, o bispo diocesano de Estância, Dom Giovanni Crippa, comemorou o trigésimo aniversário sacerdotal. Na Igreja há três graus de ministério ordenado: o episcopado, o presbiterato e o diaconato. O presbítero, também chamado de sacerdote, é o ministro de diversos sacramentos: Batismo, Eucaristia, Penitência, Unção dos Enfermos, e em certos casos pode administrar também a Crisma.

A comemoração deste dom de Deus, teve seu ápice na Celebração Eucarística, que foi presidida pelo próprio Dom Giovanni, às 19h, no Santuário de Nossa Senhora do Rosário, em Estância. A Santa Missa contou com a presença dos três bispos da Província de Sergipe (Dom José Palmeira Lessa, Arcebispo da Arquidiocese de Aracaju; Dom João José da Costa, Arcebispo Coadjutor; e Dom Mario Rino Sivieri, bispo de Propriá) e de sacerdotes, seminaristas e leigos de todo o território diocesano e adjacências.

No final da Celebração, os movimentos, pastorais e grupos da Igreja presentearam o bispo, Pe. Iuri Ribeiro, representante dos presbíteros, proferiu uma homenagem em nome de todo o povo de Deus e Dom Lessa, agradeceu a Dom Giovanni todo o trabalho pastoral que vem realizando nas terras sergipanas.

Para conhecer um pouco da história de Dom Giovanni, acesse: http://www.diocesedeestancia.com.br/bispo.html

Pastoral Diocesana de Comunicação
Comunicando e Evangelizando
Início


O Setor Juventude da Diocese de Estância convida todos os jovens  para participarem do Nightfever, que será realizado no dia 31 de outubro, a partir das 15h, na Paróquia Senhora Sant'Ana, em Simão Dias.

O evento terá como programação momentos de oração, bate papo com temáticas contemporâneas como: maioridade penal; somos da paz e a ideologia de gênero. Haverá também Via Sacra e Vigília Eucarística.

Mobilize seu grupo e junte-se a nós. Participe!

Pastoral Diocesana de Comunicação